Psicologia do Trader

Neste espaço, iremos postar artigos voltados ao aspecto pessoal do operador; independente de seu nível técnico.

O quanto de dinheiro nós podemos ganhar, ou mesmo perder em, OLYMPTRADE, ExpertOption, IqOption, ou outra corretora qualquer, operando forex, opções binárias, ou mesmo em qualquer corretora de bolsa de valores, operando qualquer tipo de ativo no mercado de Capitais?

Depende!!

“Putz! Detesto este tipo de resposta” – você deve estar pensando ou mesmo falando.

No entanto, esta é a resposta mais adequada, pois uma série de fatores e variáveis, vão interferir em teus resultados financeiros, quando se decidir a tornar-se um Trader Profissional.

Bem…então vou me permitir a fazer mais uma pergunta a você, caro leitor!

Você acha que pode chegar a perder tudo? ” Quebrar a Banca”, como dizem por aí os menos técnicos?

Eu respondo: Você pode chegar a perder todo teu dinheiro investido, várias e várias vezes!

Conheço Trader, que juntava todo o dinheiro de um ano de trabalho num determinado Banco de Investimentos, enquanto estudava, e vinha fazer trades num determinado mercado; perdia tudo; absolutamente tudo. Chegou a fazer isto por uns dois anos; depois fez o pior: pegou dinheiro emprestado com a irmã! Advinha!!!Perdeu tudo de novo! Depois fez pior ainda!!!

O quê????

Sim…Pegou dinheiro emprestado com o Padrinho! Aí, F@#$U! Você pode perder dinheiro de todo mundo! Até o teu kkk…mas nunca de cunhado ou Padrinho.

E ele sabia disto. E sabendo disto, foi procurar um mentor, deixou o lado impulsivo “no baú”, fez um treinamento nada barato (em torno de R$4.000,00), e “virou a chave”!

No começo, logo após o treinamento, ainda perdia operações, mas aprendeu a cortar as perdas o quanto antes, e segurar a operação, enquanto estivesse dando lucro!

Esta pessoa existe…eu o conheço; mora em Belo Horizonte.

Resumo: hoje ele é uma outra pessoa no que se refere à ser Trader; tem uma empresa de Traders (mesa proprietária), onde aproximadamente 150 Traders trabalham com ele, a maioria remotamente. Lembro-me de um depoimento dele, quando ainda operava como pessoa física, que num só dia, teve um lucro de R$175.000,00….LUCRO!!

Falarei de mesa proprietária em outra ocasião.

Bem; é muito importante deixar claro que todo este processo não foi da noite para o dia; duraram oito anos.

Não creio que seja muito para um resultado destes.

Então, vou repetir a pergunta: Quanto dinheiro você pode perder ou ganhar em IQOPTION , OLYMPTRADE, ou outra corretora qualquer?

E a resposta agora, deve ser outra!

Isto REALMENTE NÃO IMPORTA!

Realmente não importa, por que vai depender de teus objetivos (Ser Trader ou Não), e saber que entre tuas metas de aprendizagem, ocorrerão perdas e perdas.

Nunca enganei ninguém sobre isto, e sempre disse que “devemos encarar as perdas como o CUSTO do aprendizado”!

Se perder pouco, poucas vezes, ou muito muitas vezes, teu “mindset”, tua persistência, tua vontade de ser Trader, e é claro, teu perfil emocional, é que irão te dizer o que é bom ou ruim.

Não é raro, alguém que de Trader, acaba se tornando Investidor de longo prazo, porque descobre que tem completa aversão ao Risco!

E este, o Risco, nós não podemos negligenciar!

No mundo dos investimentos financeiros, incluindo as operações de curto prazo (trades), Risco é a chance de você não ganhar, no futuro, aquilo que esperava no momento em que decidiu fazer sua aplicação. Os especialistas avaliam o Risco por cinco perspectivas diferentes: Mercado, Crédito, Liquidez, Operacional e Legal.

          Risco de Mercado, se traduz na volatilidade dos preços do ativo (oscilação para cima ou para baixo, o congestão lateral por muito tempo). Quanto maior o prazo, em tese, maior o risco do mercado não ir na direção que você esperava quando entrou na operação. Isto não é regra; mas quanto mais tempo fica exposto (posicionado), mais risco corre.

  • Risco de Liquidez, é o seguinte: digamos que você monte uma operação qualquer (impossível que ocorra com opções binárias), e no momento que precise se desfazer da operação, não encontra contraparte. Em suma, você fica com o “mico” nas mãos.
  • Risco Operacional, está relacionado com erros de execução em tuas ordens, seja por causa de delay tecnológico (a ordem não chegou à corretora no tempo esperado e não foi executada), má-fé da corretora se ela for contrapartida (alguns tipos de corretoras de forex-market maker- costumam agir assim; felizmente são poucas), tem interesse em manipular a cotação a seu favor; além disto, temos as “corretoras/plataformas”, principalmente no mercado de câmbio e commodities no exterior (forex, opções binárias, etc…), que na verdade nem são corretoras, mas sim, quadrilhas organizadas e especializadas em arrecadar o depósito dos clientes, e algum tempo depois, desaparecem, ou ficam o tempo que puderem, até que o mercado e sites monitores especializados, como o ForexPeaceArmy, a denunciem e expurguem tacitamente. Algumas destas organizações, que nem ao menos fazem trades ou investem o dinheiro do cliente, ficam poucos meses, tiram o site do ar, e ninguém consegue recuperar nem um tostão; são os conhecidos HYIP.
  • Risco Legal; no caso de Mercado de Bolsa de Valores, o mercado é sempre regulado, e cada país tem seu órgão regulador com poder de polícia. No Brasil, temos a CVM. No mercado exterior, também já temos alguns países com regulação rígida, como o Reino Unido (https://www.fca.org.uk/), Austrália (ASIC), Nova Zelândia (https://fma.govt.nz/), Chipre (CySec) e Estados Unidos da América do Norte (https://www.sec.gov/reportspubs/investor-publications/investorpubsininvesthtm.html).
  • Risco de Crédito; é quase como o Risco Operacional. Diríamos que é a quebra da corretora, do broker, do emissor de um título financeiro, etc…que não tem como pagar o dinheiro devido aos clientes. No Brasil, algumas operações financeiras, são protegidas pelo FGC, que é o Fundo Garantidor de Crédito, até um certo montante; na Inglaterra, sabemos que também existe um sistema semelhante. Cada interessado deve procurar o que é o adequado aos seus interesses.

 

Bem; a Conclusão que nós devemos tirar de tudo isto aqui que foi escrito, é que existem Perdas e “perdas”.

E o principal; não devemos deixar que a “perda” (que na realidade é o Custo do Aprendizado), se transforme numa Perda (que é quando nos expomos voluntariamente à riscos desmedidos e desnecessários), e o pior, se transforme numa doença emocional, que pode te afastar do mercado pelo resto da vida.

No entanto, se te tornas disciplinado, e depois, mais um pouco disciplinado, transformará tuas pequenas perdas em maravilhoso e grandiosos ganhos, capazes de elevar exponencialmente teu patamar de Riqueza.

“O limite da perda, só é mensurável por quem a suporta.”

Dock Steiff

trader mentor/coach financeiro

 

Se gostou do Artigo, por favor, compartilhe abaixo nas redes sociais.

Até o próximo! \0/

 

Forex-corretora-300x191Como distinguir a diferença entre um Trader profissional e um trader amador?

  • Se você sabe a resposta, ou acha que sabe, ou tem uma opinião diferente da que vou explanar neste artigo, escreva no campo de comentários abaixo e compartilhe este post se gostar.

Vou colocar aqui, a opinião de alguém que já fez trades, desde a época em que se utilizava o jornal gazeta mercantil, valor econômico, etc…para fazer análises.  Não existiam ainda os Homebrokers.

lembro-me da matéria, em uma revista antiga, que não lembro do nome, mas era o depoimento de um pai (não lembro se ele era dentista), que estava ensinando o filho, um garoto de uns doze anos, salvo falha de memória aqui, a operar no homebroker de uma corretora da bolsa de valores.

Nossa! Li a matéria e fiquei maravilhado com a possibilidade de não ter que enfrentar mais trânsito para ir fazer meus trades na bovespa. Por volta desta época, um pouco antes ou um pouco depois, a bovespa, instituiu o mercado fracionário (você poderia comprar uma ação de uma empresa); até então, pessoas com pouco dinheiro, nem passavam perto de bolsa. Investimentos eram feitos da pior maneira possível: no banco, na poupança, ou quando variava de tipo era um fundo qualquer que o gerente oferecia, que no fim, acabava às vezes tendo rendimentos inferiores à poupança que era isenta de IR.

  • Bem…mas isto é história.

E veio então, o Home broker, ou homebroker.

E sabem o que eu fiz? Eu fui me aperfeiçoar mais na análise técnica de um modo geral. Fui estudar com Alexander Elder nos EUA. Pessoa fantástica e época maravilhosa.

A primeira lição que aprendi com ele, é que quem estraga os mercados, são as pessoas! Irônico não é? Pois o mercado é feito pelas pessoas (compradores versus vendedores)!

Um belo dia, num de nossos Camp Traders, paramos o carro numa estrada, em frente à uma fazenda; algumas dezenas de vacas e bois pastavam por ali.

vaca-laiteira

Ele veio até nós, eu e mais uns quatro colegas e perguntou para mim. ” Dock (só que ele não me chamava de Dock; me chamava de brazilian friend); apontou para o gado pastando, e perguntou- o que você vê ali? Saquei logo que o que ele fazia era metáfora e não queria resposta óbvia, e então respondi: vejo um mercado!

  • Ótimo!Disse-me rápido. “Mas que mercado?

Um colega se adiantou e disse: ” Mercado de gado!

Calmamente, eu respondi…”eu vejo o mercado da carne!”carne

Todos me olharam espantados!

Meu mentor baixou a cabeça, chutou uma pedra e perguntou: ” E qual é o melhor?

Esperei, para ver se alguém iria se adiantar, mas com o silêncio geral, eu respondi bem alto. “O MAIS LÍQUIDO”!

“PERFEITO!” Esta é uma mentalidade de Trader!

Foi o que eu ouvi ele bradar. Aí teve uma certa euforia, bate palmas, etc…bobagens de jovens.

Pensamos que tudo ia acabar ali, que era somente um breve descanso, mas não…ele continuou.

E para minha tristeza, vejam só; ele começou a dar exemplos do mercado de gado, e não do mercado da carne, mas…porque era pertinente!

E disse: “suponhamos que estejamos num leilão, e eu sou o comprador, e o dono desta fazenda, é o vendedor! Ele expõe ali todo seu gado, e eu arremato por dois mil dólares, por exemplo, 200 cabeças! E pago. Mas…chega no dia da entrega, encosta um caminhão em minha fazenda e descarrega somente 199 animais! E por mais que eu proteste, não há como obter o animal faltante!”

E continuou…

“Vocês me dizem o quê? Eu vou entrar no mercado de gados mais alguma vez em minha vida?

O silêncio reinou…

“É claro que vou!”…eu sou trader! O mercado é bom! Está numa época de lucros! Quem não presta é o vendedor desonesto! Não o mercado! O primeiro erro, foi meu, que não me informei sobre a contraparte!”

Entramos nos carros e seguimos deglutindo a lição. Passamos em frente à uma outra fazenda, e ele ameaçou parar o carro de novo…”não! de novo não! Ele sorriu e prosseguiu.

Horas mais tarde, quando já estávamos instalados no hotel onde iria ser este Camp Trader, ele nos explicou a diferença entre ser Trader e um simples operador de mercado, ou trader amador.

  • SER TRADER PROFISSIONAL

business, office and money concept - businessman in suit and black eyeglasses pointing to flip board with forex chart in office

Bem; não vou aqui reproduzir as palavras de meu mentor, senão o artigo ficaria muito longo. Mas,  a síntese é esta que segue.

Ser Trader profissional, é olhar um mercado determinado, seja ele qual for, sob dois aspectos: o objetivo e o subjetivo.

O aspecto objetivo do mercado tem a ver com suas singularidades, suas possibilidades técnicas seguindo regras e muitas das vezes estatísticas(como o mercado de trader em jogos de futebol por exemplo).

Ser Trader profissional, é estudar este mercado; independente de corretora, ou casa de apostas etc…é analisar de verdade, as possibilidades positivas de se ganhar dinheiro, seguindo as regras técnicas deste mercado. O mercado de Opções Binárias, por exemplo, é um mercado simples! Você analisa a tendência do preço de um determinado objeto (ativo, derivativo, commoditie,etc…), ou seja, se num determinado momento este preço sobe, desce ou está parado (andando de lado), e fazemos nossa operação com base neste conhecimento. É claro que, não é simplório assim; como disse antes, envolve um estudo técnico, que via de regra irá servir para qualquer outro mercado.

O mercado de forex, já é um pouco mais complexo, pois envolve outras técnicas que devem ser estudadas com minúcias, como por exemplo a alavancagem adequada , o uso de stop loss (proteção contra perdas grandes), seguimento de uma tendência nos preços, etc…mas, é uma mercado muito bom, pois possibilita o Trader disciplinado a alavancar seu capital, e ganhar muito dinheiro em pouco tempo.

Estes são alguns dos aspectos objetivos destes dois mercados exemplos.

Os aspectos subjetivos, envolvem “quem está negociando”, qual a experiência de quem está negociando, e principalmente, a idoneidade da corretora que está oferecendo aquela possibilidade de negócio. Este aspecto, é idêntico para todos os mercados. Por exemplo, se formos operar em bolsa de valores, mesmo com um altíssimo conhecimento técnico e fizermos tudo certo, como mandam as regras objetivas, mas a corretora for uma corretora fraudulenta, estamos quebrados, mais dia, menos dia.

Ser um Trader profissional, é ter no mínimo o conhecimento destas nuances.

  • SER TRADER AMADOR

O-mercado-e-as-notícias2

Aqui seremos rápido pois é simples de se perceber a diferença.

Já que falamos acima do que deve ser feito para sermos traders profissionais, fica claro que o trader amador, que muitas vezes nem pode ser chamado de trader, não faz nada do que dissemos acima.

Ele não analisa o mercado objetivamente. Julga o mercado por boatos.

Mercado novo para ele, não é mercado seguro! Não presta!

Se perde dinheiro neste mercado, culpa o mercado, e não analisa o que fez em suas operações.

Não conhece nem a mais simples técnica de operação deste mercado. E, entra de cabeça.

Não analisa as corretoras que estão oferecendo tal produto dentro deste mercado.

Em suma, não analisa nada, e é preconceituoso.

Sente-se confortável quando outros fazem as operações para ele ou simplesmente ligam robôs para fazerem.

rob-quebrado-desenhos-animados-66217165

É isto…simples assim.

No passado, o mercado de forex foi duramente discriminado por pessoas preconceituosas, que eram traders de bolsa de valores.

E num passado mais longínquo ainda, o mercado de commodities também sofreu preconceitos pelos traders que operavam stocks (ações).

As opções de ações (derivativos) também sofreram preconceitos, e hoje têm muitas pessoas bilionárias e que fazem milhões todos os dias somente com as opções de ações. Seja aqui, ou lá na Europa, ou nos Estados Unidos, é a mesma coisa. O medo do desconhecido, daquilo que não dominamos, faz com que nos sintamos confortáveis em discriminar, e buscar incansavelmente razões que justifiquem nossa discriminação. Não queremos admitir nossas fraquezas.

E atualmente, as opções binárias sofrem deste mesmo preconceito. Mas, acreditem, gostem ou não gostem, elas vieram para ficar.

Querem apostar? Não em opções binárias (rs) mas comigo! Que afirmo que elas vieram para ficar por um longo período.

Até o próximo artigo.

Compartilhem este artigo no botão abaixo, ou ao lado nas redes sociais. Vamos difundir conhecimento!

Não custa nada.

 

Dock Steiff

Trader mentor / financial coach certified

 

 

 

broker490Nós bem que poderíamos chamar o termo de metodologia, ao invés de método.

Isto porque estão envolvidas tantas variáveis, entre técnicas, comportamentais, etc…que não dá simplesmente para chamar de um método.

Então, para não agradar a Zeus e desagradar Netuno e vice versa, iremos chamar pela linguagem técnica mais apropriada que é trade system. Veja aqui, uma AULA GRÁTIS sobre Trade system automático. Depois volte e termine de ler o artigo, que é um ótimo complemento.

Um trade system, é algo que ao mesmo tempo, que tem que necessariamente ser simples, acaba por ser um tanto complexo.

Te confundi?

Calma…eu explico.

Sob minha ótica, um trade system, se inicia com uma série de fatores, como desde a hora na qual  você escolhe para ir sentar-se em frente ao teu homebroker, ou plataforma específica de uma corretora qualquer, a música que você vai deixar como fundo para ajudar a acalmar a ansiedade (heavy metal não serve – só vai te “pilhar” ao invés de acalmar!); se vai levar café para a mesa de operações (desaconselhável); se brigou com o/a parceiro/a ou não; se não está bem emocionalmente de uma forma geral, até se vai estar com o animalzinho de estimação por perto (quem tem), e indo mais a fundo, se vai ou não utilizar Expert advisors (robôs) em algum momento do dia de trades.

Tornar-se um trader, não é simplesmente conhecer uma meio dúzia de setups e indicadores, sentar de frente para o desk de operações, e começar a emitir ordens de compra/call ou venda/put.

Ser trader, é ter metodologia aplicada.

Ser trader, é ter paixão.

Um trade system, envolve a organização inicial, que não vem antes de uma análise prévia do estado de espírito do operador, feita por ele mesmo.

Um trade system, envolve gestão de capital; por exemplo, operar com 1% a 3% do valor da conta para cada operação no máximo, e não mais do que 10% no total das operações. Tua conta tem que ter em saldo, pelo menos 90% de capital enquanto estiver com operações abertas.

Um trade system, é algo gelado! Não tem que ser emocionante!

Quer adrenalina? Vá saltar de paraquedas ou brincar com qualquer outro esporte radical!

Polêmico? Sim!

Mas são os traders menos afetados pelo sistema límbico cerebral, ou seja mais frios, racionais, disciplinados, que são os campeões!

Um trade system bem elaborado, tem que ter uma estratégia de saída! No caso de Opções Binárias, por exemplo, desligar o computador depois de uma série de três perdas consecutivas!

Em forex, também!

Um trade system tem que ter coerência técnica!

O que é isto?

Eu explico!

Às vezes, acontece de eu ver vulgos “setups” no youtube, de indivíduos que mal aprenderam a definir uma média (e definem assim: é uma linha que acompanha os candlesticks, e de vez em quando está no meio deles, hora em baixo hora em cima); muito esclarecedor isto, não? Mas não sabem sequer a diferença entre uma média simples, uma ponderada e uma exponencial.

Então, se metem a querer ensinar Forex, opções binárias, operações em bolsa, e montam os vulgos “setups” que mais parecem um quadro de um pintor “expressionista abstrato”!

pintura-em-tela-expressionismo-abstrato-obra-original-20150202010810

Não têm coerência na elaboração do setup.

Ter coerência, por exemplo, é ter indicadores que não sejam conflitantes! Onde o trader consegue analisar que num momento os preços estão em tendência, e noutro momento estão em consolidação (andando de lado).

Um setup adequado e coerente, precisa ter um rastreador de tendências, um oscilador e os preços (candlesticks).

Hoje, nós temos os indicadores especializados, que são mais sinalizadores de entrada e saída do mercado (emissores de sinais), do que indicadores propriamente ditos.

Devem ser utilizados com moderação, pois o mercado é dinâmico, muda constantemente de atitude, e pode te apresentar situações inusitadas que você nunca tenha visto antes. Sem falar que, numa consolidação, quase todos estes sinalizadores emitem sinais falsos de entrada principalmente.

Até mesmo um ótimo trade system tem que ser monitorado constantemente, quando num mesmo ativo, para verificarmos seu desempenho ao longo do tempo; está melhorando? Está estável? Está diminuindo? Temos muitos drawdowns?

Já há alguns anos, entraram neste mercado (financeiro), os algorítimos quânticos (robôs).

E então? Vocês acham que está tudo resolvido agora?

Poderia gritar um sonoro NÃO!

Por quê?

Porque o mercado é dinâmico, e a maioria destes robôs (sem falar dos fraudulentos), fica “doida” num determinado momento, e começa a fazer “besteiras” que nem mesmo um trader iniciante faria.rob-quebrado-desenhos-animados-66217165

Já experimentei vários, e é sempre a mesma história; no começo, são uma maravilha, e depois já não se adequam mais ao mercado.

Um robô, é um trade system automatizado! Mas, a lucratividade dele ao longo do tempo, é bem menor do que a conseguida através de um trade system manual, bem aplicado por um trader profissional disciplinado.

O trade system automatizado te dá mais liberdade de tempo?

De certa forma sim! Mas o trader não pode ser negligente ao ponto de achar que pode deixá-lo ininterruptamente trabalhando, sem ao menos monitorar e verificar os dados analíticos de resultados.

Já vi algumas pessoas, em propagandas de robôs, se dizendo traders, e reclamando dos resultados, de terem que ficar horas na frente do computador, e etc…, então resolveram “apelar” para os robôs.

Quer que eu defina uma pessoa desta?

É uma pessoa que não tem um trade system eficiente e bem elaborado, além de ser ajustado periodicamente, e um indisciplinado!

Onde já se viu?! Ter que ficar horas na frente de um homebroker?

Para um trader campeão, profissional, isto não existe.

Então os robôs são um mal?

Outro sonoro NÃO!!!!

São ferramentas auxiliares, que você pode se utilizar delas, quando achar conveniente e adequado!

Eles vieram para ficar; isto é fato. Mas, os traders que ficaram bilionários antes deles existirem, também são um fato.

Conclusão: Saber projetar um ótimo trade system não automático (manual) através das ferramentas disponíveis, e se quiser, pesquisar até encontrar um ótimo trade system automático (robô), para utilizar da forma adequada. Temos que conviver com esta realidade.

Até o próximo artigo.

(Dock Steiff – Trader mentor)

 

 

 

boat1Esta frase, eu ouvi em uma aula de uma pessoa muito inteligente, determinado, obstinado, de visão, com propósitos definidos, que já estava bem de vida, pois ganhava mais de R$ 50.000,00 por mês em Londres, num grande banco de investimentos, precificando ativos, mas que era infeliz.

De uma hora para outra, ele jogou tudo para cima, e correu atrás do sonho dele; que era o de fazer acontecer.

Num instante seguinte, ele encontrava-se no local certo, na hora certa, e com a pessoa certa, e tomou a melhor atitude da vida dele. Colou nesta pessoa, e tiveram uma loooonga conversa, que dura até hoje.

“É melhor feito do que perfeito”- também ouvi dele esta frase.

E, as duas estão entrelaçadas para sempre, sem a menor possibilidade de surgir alguém que as separe.

Sabe o porquê?

Por que quem é simplesmente consumidor de conteúdo, seja lá de que natureza for, vai ficar sempre esperando a oportunidade perfeita surgir, para tomar uma atitude! E ela não aparece nunca!

Você já passou por isto?

Creio que certamente sim, a menos que seja “o espião que fugiu do gelo”!

Eu já senti medo de voltar a operar, e muitas vezes.

Lembro-me que certa vez, há muitos e muitos anos atrás, não me lembro exatamente há quanto tempo, estava operando em GGBR4 (Gerdau), na bovespa, e nesta época, é que estávamos os traders em geral, se acostumando com os homebrokers das corretoras de ações.

Forex, se é que já se ouvia falar, era muito pouco, e era tido como SCAM, por causa das corretoras serem fora do Brasil, e tínhamos um preconceito enorme sobre este mercado, assim como o preconceito que é infligido sobre as opções binárias hoje.

Muito pouca gente se aventurava a entrar no Forex.

Então, falando da Gerdau, na operação que eu vinha fazendo, sendo que as opções de gráficos também eram limitadas e com um delay enorme, eu obviamente era um iniciante naquilo.

Tecnologia aplicada aos trades.

Conhecia os indicadores básicos, conhecia tremendamente análise técnica, mas quando a coisa veio para dentro da tecnologia, me pareceu ter perdido um pouco do traquejo.

Porquê?

Antes de eu começar a escrever sobre o tema objeto do título deste artigo, me vejo na obrigação de buscar e expor a definição destas duas palavras: Mindset e Trader.

Obviamente isto se justifica pelo fato de eu ter absoluta certeza de que uma grande maioria das pessoas desconhece a palavra Mindset e outras fazem uma tremenda confusão com o termo Trader, associando ele a somente um campo da vida social.

Sim, digo vida social, porque não existe trader indivíduo; tem que haver uma ou algumas contrapartes.

Vou expor a definição da palavra Trader, mostrando o equívoco que vive na mente de muitas destas pessoas citadas acima.

Ao pé da letra, a palavra inglesa trader significa comerciante, negociante. Mas o trader é muito mais. “É um profissional especializado em comércio exterior, marketing internacional e com conhecimentos de economia e sociologia”, define Davis Tenório, da Uniblock Comércio Exterior e Negócios Internacionais.”

Eu poderia colacionar aqui, inúmeras outras definições sobre a palavra Trader, que no final iriam convergir para uma outra só: a de ser um comerciante!

  • Sim! Isto mesmo! Trader é um profissional do comércio!

Good luck at the financial auctions causes in the businessman of emotion of happiness

Pergunta interessante.

Gravei até um vídeo curto sobre esta questão.

Sobre ela, as pessoas não perguntam, mas, se perguntam.

  • Será que consigo aprender a ganhar dinheiro com opções binárias ou forex, com esta minha idade?

Às vezes respondem para si mesmo; “acho que já estou velho; já passei da idade de me ocupar com isto”.

E isto não é verdade! Em absoluto!

Existem os extremos: menores de dezoito anos, não podem atuar neste mercado; o outro extremo é o limite da senilidade e capacidade cognitiva da pessoa.

Driblando a criseSeríamos hipócritas se afirmássemos aqui que não existe uma crise afetando a economia global e principalmente o Brasil e grande parte da Europa.

Existe sim é claro uma crise, mas se analisarmos do ponto de vista Brasil, percebemos que ela está mais no âmbito político do que econômico e financeiro propriamente dito.

Numa economia capitalista, muitos fatores são importantes para que determinada região ou país tenha um crescimento econômico de algum grau.

Um dos fatores que mais afetam o crescimento econômico acima citado, é o grau de investimento desta região ou país.

Faça Parte de Nossa LISTA VIP!
Para os amantes de Iqoption.
Somente Clique Abaixo, se você precisa aprender a ter uma Renda Extra, para Investir no Mercado financeiro. Eu fiz o Curso e só indico o Melhor.

Negociación de Opciones Binarias

Pepperstone Group Limited
ANÁLISE DO RISCO! ATENÇÃO!
Nota importante: TEU CAPITAL TODO PODE ESTAR EM RISCO! A negociação de opções binárias, embora possa ser muito rentável, também pode envolver um risco significativo, provocando perdas também significativas. O site escolatrader.net não indica operações, e tampouco orienta aos frequentadores do mesmo a utilizarem-se de qualquer estratégia em particular. Todas as informações aqui contidas são meramente educativas, e podem não resultar positivas. Qualquer investimento ou operação no mercado de renda variável, pode resultar na perda total do capital do investidor/operador.
Pepperstone Group Limited
ADVERTÊNCIA! RISCOS!
ESCOLATRADER.NET - A empresa, funcionários, subsidiárias e associados não são responsáveis nem deverão ser responsabilizados, em conjunto ou individualmente, por quaisquer perdas ou danos decorrentes da informação fornecida neste website. Os dados contidos neste website não são necessariamente fornecidos em tempo real nem necessariamente precisos. Todos os valores aqui são fornecidos pelos criadores de mercados e não pelas bolsas de valores. Sendo assim, os valores podem não ser precisos e podem diferir do preço de mercado atual no Metatrader por exemplo. A ESCOLATRADER.NET não se responsabiliza por quaisquer perdas em negociações em que você possa incorrer em consequência da utilização de quaisquer dados dentro do site ESCOLATRADER.NET e seus sites parceiros.